Show Posts
Pages: 1 ... 89 90 [91] 92 93 ... 218
1351  International / Portugues / Re: Automação residencial em módulos on: February 24, 2013, 06:00:34 pm
Estive a ver melhor e o 2576 parece ser um bicho e pêras... e com possibilidade de montagem em placa perfurada. Talvez por isso ser tão popular. smiley

Tenho de ver se arranjo um, bobine e o diodozito para testar lá por casa. smiley
1352  International / Portugues / Re: Serial.print() ASCII on: February 24, 2013, 05:54:22 pm
uint8_t, byte e unsigned char são a mesma coisa...

Eu uso esta regra para definir o tipo das minhas variáveis:

É texto? Sim: char, Não: Seguinte.
Pode ser negativo? Sim: signed, Não: unsigned.
Cabe de -127 a 127 ou 0 a 255? Sim: char, Não: Seguinte.
Cabe de -32000 a 32000 ou de 0 a 65000?: Sim: int, Não: Seguinte.
Cabe de ....

Apesar de perceber o motivo pelo qual se criam estas nomenclaturas de uint8_t ou byte ou ui8 e por aí adiante, mas como 99,9% do meu código não é para portar por ser normalmente específico da plataforma que estou a usar, normalmente uso os tipos base do C para o que quero. Confunde muito menos.
1353  International / Portugues / Re: Automação residencial em módulos on: February 24, 2013, 09:17:06 am
Nada mau...

Talvez opte por isso para as minhas plaquinhas mini que falei anteriormente.
Tens alguma sugestão para fazer a alimentacão? Tipo reduzir de 12/15V para 3,3 ou 5 sem ser um regulador linear?
1354  International / Portugues / Re: Automação residencial em módulos on: February 23, 2013, 08:31:45 pm
Quanto ao X10, a não ser que haja um aparelho que passe comandos/dados entre fases, não vejo que isso seja possível. Deve ficar tudo isolado por fase mesmo. Relativamente ao disjuntor, desde que o mesmo esteja fechado, não vejo porque é que não haveria de comunicar na mesma fase passando por dois disjuntores....

Já que tocas no assunto, nota que para utilizares o X10, tens sempre de colocar filtros na entrada da alimentacão da casa. Ou seja, no quadro eléctrico perto do disjuntor principal, tens de ter os filtros para garantir que a rede X10 fica contida dentro de tua casa. Eu suponho que seja uma filtragem nas duas direccões, mas não tenho a certeza acerca disso.
1355  International / Portugues / Re: Automação residencial em módulos on: February 23, 2013, 07:53:58 pm
Quanto foi o custo para essas placas? smiley
1356  International / Portugues / Re: Serial.print() ASCII on: February 23, 2013, 07:49:57 am
Code:
Serial.print((char)buf[i] );

e hello para ti também. smiley

Muda o tipo de variável de uint8_t para char na buf[]
1357  International / Portugues / Re: Automação residencial em módulos on: February 23, 2013, 05:16:19 am
Sim, está correcto. Como disse o meu cálculo é feito para um circuito linear como um 7805 ou até um Zener com resistência (para os sapateiros... LOL).

Boa sorte com o projecto.
1358  International / Portugues / Re: Automação residencial em módulos on: February 22, 2013, 05:25:24 pm
Acho que calculaste a potência errada... calculates a potência que o chip ia fornecer.

Eu calculei a potência que o chip ia ter de perder se for linear... o que não é o caso, logo não ligues ao que falei. Se estivesses a usar, por exemplo, um LM7805 ias ver uma potência da ordem que referi.

Não. Ela adapta o seu funcionamento consoante as necessidades do teu sistema para manter uma tensão estável. Ou seja, o que ela controla (no caso de não ter um limitador de corrente) é a tensão de saída... e será capaz de fornecer a mesma tensão de saída (e qualquer corrente que lhe seja pedida) até chegar ao seu limite de potência.
1359  International / Portugues / Re: Automação residencial em módulos on: February 21, 2013, 08:26:45 am
(12-3.3)*0,5 = 4,35 W de dissipacão...
1360  International / Portugues / Re: Automação residencial em módulos on: February 21, 2013, 06:38:08 am
Dá um jeitão significa que é útil.

O facto de ter uma tomada seria para poderes ligar facilmente um projecto em que estivesses a trabalhar à electricidade.

A casa é muito grande? Se calhar uma tensão mais pequena seria mais agradável para a conversão de 12V para 3,3V. Isto porque ainda são uns quantos watt de calor que vais ter de te livrar (a nõa ser que uses uma fonte comutada) e os módulos vão estar fechados dentro da parede...
1361  International / Portugues / Re: [Ajuda] Programar 3pi com Atmel Studio on: February 21, 2013, 12:42:24 am
Vamos por partes... tu tens um programador para fazer isto? Pelo que vi no manual e esquemático, precisas dum gravador externo para fazer download do programa.

Se sim, podes procurar sobre como gravar e adaptar o bootloader para 20MHz (a frequência do chip no robot) e passar a usar o Arduino para o programar... SE TIVERES COMO LIGAR O ROBOT À PORTA USB SEM SER COM O PROGRAMADOR.

Vê isto aqui:

http://www.pololu.com/docs/0J17
1362  International / Portugues / Re: Automação residencial em módulos on: February 21, 2013, 12:34:22 am
O que encontrei sobre bombas de calor. Deve haver mais em inglês.

http://www.daikin.pt/about-daikin/leading-technologies/heat-pump/index.jsp

Ter 12V disponíveis pela casa dá um jeitão para fazer isso. Que tipo de tomada na parede usarias?
1363  International / Portugues / Re: Automação residencial em módulos on: February 20, 2013, 04:39:15 pm
Eu percebo a ideia dos brinquedos... como disse esse sistema que falei não é mais do que um brinquedo. :$ lol
Mas tendo já alguma experiência em desenvolvimento de sistemas em microcontrolador, não quero ter dores de cabeca porque o sistema não está a funcionar (até porque passo meio ano fora de casa e não quero estar a ouvir da minha mulher por ter posto um sistema que não funciona em casa), daí só pensar em monitorizar e eventualmente controlar, ou ajustar o controlo, a temperatura e consumo energético da casa. No teu caso, com calor o ano todo, isso torna-se irrelevante.

Moro no Nordeste (Aracaju - SE), aqui faz calor o ano todo, monitorar temperatura faz pouco sentido, hehehe. Inclusive eu estava querendo utilizar aquecimento solar de água, mas minha esposa não aceitou, pois pode ser perigoso para crianças (a temperatura da água pode chegar a mais de 70 °C!). Então vamos ficar com o chuveiro elétrico mesmo (que não é muito utilizado).

Painéis fotovoltaicos? Dependendo de como as eléctricas operam no Brasil, ter esse sol todo dava para um negócio e pêras.
Na Inglaterra, pode fazer-se um contrato com o fornecedor de electricidade em que ligamos painéis solares à rede e somos pagos pela electricidade gerada. Isto porque, como a maior parte da electricidade é usada de noite (quando nõa estamos a gerar) a geracão não é muito utilizada, mas durante o dia os painéis vão-se pagando a eles próprios. Existe uma empresa que inclusive faz um contrato de saldo. Ou seja, pagas a diferenca entre o que geraste e consumiste (normalmente o preco de venda é inferior ao de compra, mas não neste caso).
Podias depois ligar os painéis eléctricos para aquecer água.

Mas tendo usado um chuveiro eléctrico anteriormente, compreendo que possa ser um risco ter um sistema de água quente diferente para as criancas.

Bomba de calor também é uma boa opcão para ti já que fornece frio e calor. smiley
1364  International / Portugues / Re: Automação residencial em módulos on: February 20, 2013, 05:28:29 am
Antes de mais devo dizer que sou um Velho do Restelo no que toca à automacão residencial uma vez que a maior parte das coisas que vejo, na minha perspectiva, não adicionam valor à casa (normalmente tiram) nem poupam dinheiro ao ocupante. Na maior parte das vezes são brinquedos que acabam por sair caro quando as coisas deixam de funcionar.

Outro problema que se calhar não ponderaste é que se o Arduino pifar ficas sem possibilidade de actuar as luzes da casa...
Daí que, para mim, o ideal seja um sistema híbrido onde as pessoas usam os interruptores de forma normal, mas se quiseres desligar todos ao mesmo tempo (por exemplo, de noite garantires que todas as luzes ficam apagadas) podes fazê-lo. Isso seria feito no painel de distribuicão sem grandes custos para ti. Terias, sim, de colocar a iluminacão pelo mesmo contactor que activava a iluminacão.

Terias também de ter uma boa alimentacão do Arduino e possivelmente uma UPS para garantir os estados das luzes no reinício do sistema. Pensaste nisso? O Arduino é muito bom, mas não é feito para estar a controlar sistemas AC saído da caixa. Para isso, normalmente é preciso ter em atencão vários cuidados com a alimentacão do sistema. Nada que uma fonte boa e uma UPS não resolvessem, creio, mas teria de haver um teste razoavelmente bem feito para provar o sistema.

Relativamente a transmissão sem fios, agora existem uns módulos nrf24l01 que são baratuchos e fazem (mais ou menos) o mesmo que as XBee. Isso baixaria o custo, mas como disse o mmocsz, terias na mesma de alimentar o módulo. Ou transmitias 5 (ou 3,3V), ou então tinhas de criar uma fonte de alimentacão que alimentasse o bicho. Nota que para actuar a lâmpada, precisarias dum relé e isso iria aumentar o tamanho da caixa que terías de abrir na parede. Outra coisa chata é que terias na mesma o interruptor na parede... logo não havia ganho nenhum no sistema.

Eu suponho que no Sudeste Brasileiro os Invernos sejam "frios" e como tal algo muito mais interessante para o teu bolso seria a monitorizacão e controlo da temperatura... já pensaste em automatizar isso?

Ultimamente tenho até pensado bastante nisso porque comprei uma casa grandita e ponderei automatizar algumas coisas, mas no final e porque não estou a construir a casa, vou ficar-me por algo muito simples mas que, julgo eu, terá um bom impacto nas contas no final do mês.

Assim, vou projectar (com os tais módulozinhos RF) uma redezinha com uns ATmega8 (ou outro) que comunicarão com um módulo central para recolha de dados. Os dados que quero são a temperatura em todas (ou na maioria) das divisões, principalmente no sótão, o consumo de gaz e electricidade e luz solarnas fachadas da casa (onde isso for possível de recolher), também vou querer medir a temperatura exterior.

O módulo central, terá um shield Ethernet e espero meter estes dados numa pachube ou algo assim para monitorizacão. O objectivo disto é recolher dados para estimar a resposta da casa relativamente à temperatura. Algo que me está a preocupar é o isolamento entre a casa e o sótão. Comparando as medidas entre andares, exterior e sótão com o aquecimento, conseguirei perceber qual é a quantidade de calor que estou a perder e se aumentar o isolamento será um bom investimento.

Relativamente ao sensor exterior, se calhar posso optar por uma estacão meteorológica para ver a quantidade de chuva que cai e calcular qual seria o retorno dum sistema de aproveitamento de chuvas. Posso também medir a quantidade de sol anual que tenho nas faces do telhado para ver em qual seria melhor instalar painéis, ou se seria bom ou não. (nota que vivo em Inglaterra... logo saber a quantidade de sol é algo interessante).

Algo que acho interessante de fazer com automacão residencial são sistemas de simulacão de presenca. Isto é, quando for de férias, quero que as lâmpadas da casa acendam e apaguem de forma semi-aleatória (ou aleatória dentro dum intervalo), possivelmente ligar/desligar televisões... Mas isto, devido ao carácter excepcional das férias, farei com tomadas de parede e extensões.

Se estivesse a construir a casa, teria cuidado com o aquecimento e formas diferentes de aquecer a casa, e provavelmente criava uma rede pela casa com cabo telefónico onde pudesse ter uma rede RS-485 e ligar dispositivos ao módulo central consoante as necessidades. Obviamente, nesse caso, o meu controlo energético seria muito mais apertado uma vez que isso sim é um investimento com retorno. smiley Mas isto não é mais do que a minha opinião pessoal e como tal não está correcta nem errada. No teu caso, se calhar veria as coisas de maneira diferente.

Dito isto, tens lareira e recuperador de calor? Tanque de reserva de água quente? Painéis solares? Bomba de calor?




1365  International / Portugues / Re: Controlar aquario on: February 19, 2013, 07:17:03 pm
PWM consegue fazer diferentes sons no buzzer. O pino normal, não.
Pages: 1 ... 89 90 [91] 92 93 ... 218