Show Posts
Pages: 1 ... 108 109 [110] 111 112 ... 222
1636  International / Portugues / Re: Delphi usando Porta Serie on: November 29, 2012, 04:53:54 pm
Só encontrei isto:

http://www.activexperts.com/serial-port-component/howto/delphi/

http://www.delphi-central.com/serial.aspx

Mas nunca usei delphi logo não posso ajudar muito. :\
Ainda se usa Delphi?
1637  International / Portugues / Re: Alguém com paciência, tempo e hardware para testar um RTC? on: November 29, 2012, 11:50:30 am
Um dos bugzinhos já foi resolvido.

Falta adicionar e tirar outras cenas. Mas isso vai ter de espera um pouco agora. smiley-sad
1638  Using Arduino / Programming Questions / Re: how do I parse Serial Data only when preceded by.... on: November 29, 2012, 06:22:52 am
Code:
if (Serial.available() >=10) {  //A + 8 numbers + \n

switch(Serial.read()) {
    case 'A': {
        //do something to first number...
        //do something to second number...
        //etc...
        if (Serial.read() == '\n') {
            //things are great, accept the command
            }
        break;
        }
    case 'B': {
        //do something to first number...
        //do something to second number...
        //etc...
        if (Serial.read() == '\n') {
            //things are great, accept the command
            }
        break;
        }
}//end switch
}//ed if
1639  International / Portugues / Re: Alguém com paciência, tempo e hardware para testar um RTC? on: November 28, 2012, 01:52:27 pm
Ok...

Notei alguns problemas na biblioteca e coisas que se podem melhorar (meti uma descricão no ficheiro .cpp) mas vai ter de esperar um pouco porque infelizmente vou ter trabalho nos pröximos tempos. smiley-sad

Quem quiser tirar os ficheiros é fazer download daqui. A documentacão é... inexistente, pelo que se tiverem dúvidas acerca de como usar o código podem perguntar aqui.
https://github.com/bubulindo/RTC

1640  International / Portugues / Re: Detectar corrente com Arduino on: November 28, 2012, 04:28:46 am
Olá!

Ricardo, usar um Arduino para ligar/desligar um gerador é muito perigoso.

O que pode acontecer com seus equipamentos caso haja uma falha e você tenha duas fontes de energia? Um curto circuito, que pode causar um incêndio.

Compre um quadro de comando que é bem melhor, apesar de ser caro.

Eles utilizam um intertravamento que impede que duas fontes de energia sejam ligadas simultaneamente.

Abraço.
Fernando Garcia


Eu estava a referir tensões entre o carregador e a bateria, mas tu levantaste um ponto bastante importante que não tinha pensado.

Seria possível criar um sistema que também isolasse a casa quando a energia falhasse e depois mantivesse o gerador ligado e teria de ser desligado por alguém. Também é possível fazer tudo automático, mas é mais complexo de fazer e ainda mais complexo de provar seguramente para deixar a funcionar em casa.

Bem apontado. smiley
1641  International / Portugues / Re: Montagem de Ponte H on: November 28, 2012, 04:26:27 am
Expliquei-me mal... O que muitas pessoas fazem é ligar o USB do computador e tentar alimentar o motor com isso... Isto tem dois problemas.

Um, a porta do computador não aguenta fornecer corrente para alguns motores.
Dois, o regulador de tensão do Arduino não aguenta regular essa quantidade de corrente para os motores.

A pilha de 9V parece-me um pouco má para isto uma vez que não é propriamente muito boa a fornecer muita corrente. Talvez umas pilhas de 1,5V em paralelo e série sejam melhores. smiley-wink
1642  International / Portugues / Re: [Biblioteca] Blink sem delay on: November 27, 2012, 03:54:10 pm
Mas pretendes usar um Arduino como um PLC (ou CLP...) ?

O motivo pelo qual não existem esses temporizadores é porque isso não é muito simples de ser usado em C.
1643  International / Portugues / Re: [Biblioteca] Blink sem delay on: November 27, 2012, 01:20:41 pm
Ok... tens necessidade para algo assim?

E se precisas de temporizações assim, não é mais simples de fazer uma temporização e uma multiplicação de tempos? Já que o teu interesse é evitar perder ciclos... esse sim seria um desenvolvimento interessante. Este é apenas gastar memória de programa com código que pode ou não ser útil.

Isto é a minha opinião, mas eu não sou de todo um utilizador básico e como tal para mim não vejo utilidade. Provavelmente para outras pessoas isso não será o mesmo. Digo eu...
1644  International / Portugues / Re: Alguém com paciência, tempo e hardware para testar um RTC? on: November 27, 2012, 06:26:33 am
Pensando um pouco mais... pode dizer-se que o millis() não será tão preciso como é actualmente porque o oscilador interno é uma malha RC e o cristal externo é bastante preciso. Mas o código está preparado para usar um clock de 8MHz. Podes ver isso no ficheiro wiring.c.

A UART... bom, toda a gente fala disso e dão a ideia que a UART é impossível de usar com o cristal interno, mas a realidade que experimentei agora com este micro durante horas agora e há uns 10 anos atrás com o atmega8 é que a UART funciona de forma idêntica. Claro que, as frequências mais altas são piores (ou impossíveis) de atingir, mas até 19200 nunca vi grandes problemas.

Referências para isto:

http://www.atmel.com/images/doc1259.pdf
http://www.atmel.com/Images/doc8161.pdf   página 155.


1645  International / Portugues / Re: Alguém com paciência, tempo e hardware para testar um RTC? on: November 27, 2012, 03:32:37 am
Isso é feito com as definições da MakeFile (ou neste caso, com as definições da placa a usar). Se escolheres a placa que usa os 8MHz, duvido que isso parta o millis() e a UART porque esses valores são calculados com base no relógio.

Como isto usa o Timer2, também não é por isso que estraga o millis. smiley

1646  International / Portugues / Re: Alguém com paciência, tempo e hardware para testar um RTC? on: November 26, 2012, 04:14:40 pm
viva, os fuses eu troquei com um avrfuses para mac. isso é simples.
Existe um ficheiro com isso no site do arduino para ser possível de testart com a IDE.

o relogio é feito  com o timer 2 em modo assincrono. Ou seja, um timer de 8 bits, com um prescaler de 128, sempre que existe um overflow passaram-se 32768 pulsos... exactamente o que esse cristal dá.

Se usar um modo que permita usar o output compare, posso ter os pinos OC2A e B, a trocar de estado de segundo a segundo. Que é o que tenho aqui.

Vou meter as funções numa classe e meto por aqui um link. Eu vou ver se ligo um DS1307 para sincronizar e testar entre ambos, mas quanto mais gente experimentar, melhor.

1647  International / Portugues / Re: Detectar corrente com Arduino on: November 26, 2012, 11:32:40 am
Sim... foi isso que tinha dito no início.

Testa muito bem a mudança de tensões com um multímetro ou osciloscópio antes de ligares o Arduino.
1648  International / Portugues / Re: Detectar corrente com Arduino on: November 26, 2012, 10:02:47 am
Ok...

Nunca referiste que o Arduino iria actuar o botão para desligar o gerador. Eu apenas posso comentar com base no que dizes. O gerador tem um ou dois contactos para ligar/desligar o gerador? Se só tiver um, provavelmente o relé ainda serve.

Se insistes em ter o Arduino (ou um controlador) a controlar o gerador, eu optaria por um chip que não o do Arduino. A ATMEL faz chips compatíveis com o que vem no Arduino com características especiais para consumir menos corrente. Ainda assim, o grande problema do Arduino é a sua frequência... um processador a correr a 16MHz não é muito "poupado" em energia.

O que podes fazer para minimizar isso é usar os modos de Sleep do Arduino e usar a mudança de estado num pino para acordar o Arduino e fazer o que pretendes. Afinal de contas, ele não tem de fazer nada a não ser ligar e desligar pinos quando falha a energia e para isso podes ter o microcontrolador a dormir.

Uma pilha de 9V não será o ideal... Repara que para transformares os 9V em 3,3, vais sempre perder energia, o que é contra o que a tua aplicação necessita. Então, seria melhor usar um conjunto de pilhas de 1,5V em série (para criares 3V) e depois meter mais umas 4 ou 6 pilhas em paralelo para poderes fornecer mais corrente ao circuito. Infelizmente não consigo calcular quanto conseguirias manter o circuito a funcionar com as pilhas porque está dependente do chip, frequência, número de activações do relé e, mais importante, a programação que é feita.

No entanto, vai haver sempre uma situação de black-out onde vais instalar isto... e nalguns casos é sempre preferível arrancar o gerador manualmente do que fazê-lo automaticamente. Estou apenas a levantar a questão... só isso.

E, também terás de andar em cima das pilhas para garantires que as pilhas ainda estão a funcionar quando o gerador falha.
1649  International / Portugues / Re: Arduino Nano (5v) comunicando através de xbee (3.3v) on: November 26, 2012, 08:31:08 am
Depende do projecto, mas provavelmente ter os chips e fazer o resto saíria mais barato, principalmente tendo em conta o preço do Arduino e o facto que tendo as XBee, não vais usar o USB a não ser para debug. smiley-wink Bastaria, por exemplo, comprar um, fazer a prova do conceito e depois fazer uma placa simples para ligar o teu sistema.

Enfim... são ideias. smiley-wink

1650  International / Portugues / Re: Detectar corrente com Arduino on: November 26, 2012, 08:27:52 am
O relé ficava sempre ligado... Sendo mais eficaz que o Arduino... digo eu.

É possível... mas tens de ter um circuito externo que garanta que o Arduino não perde alimentação. Isso é que é mais complicado...
Pages: 1 ... 108 109 [110] 111 112 ... 222