Go Down

Topic: Geração de acorde (Read 8 times) previous topic - next topic

bubulindo

Se não funciona no ATmega328, porque achas que um processador igual a correr à mesma frequência vai fazer melhor? Importas-te de explicar?

Em princípio deves saber de música, mas que é que sabes de coisas como Séries de Fourier? Como tu disseste são duas notas ao mesmo tempo... logo são duas frequências distintas... se vires a série de fourier talvez percebas o que se passa com um acorde e como gerá-lo. Aviso já que não é simples.
Eu não sou o teu criado. Se respondo no fórum é para ajudar todos mediante a minha disponibilidade e disposição. Responder por mensagem pessoal iria contra o propósito do fórum e por isso evito-o.
Se realmente pretendes que eu te ajude por mensagem pessoal, então podemos chegar a um acordo e contrato onde me pagas pela ajuda que eu fornecer e poderás então definir os termos de confidencialidade do meu serviço. De forma contrária toda e qualquer ajuda que eu der tem de ser visível a todos os participantes do fórum (será boa ideia, veres o significado da palavra fórum).
Nota também que eu não me responsabilizo por parvoíces escritas neste espaço pelo que se vais seguir algo dito por mim, entende que o farás por tua conta e risco.

Dito isto, mensagens pessoais só se forem pessoais, ou seja, se já interagimos de alguma forma no passado ou se me pretendes convidar para uma churrascada com cerveja (paga por ti, obviamente).

spiderpoison

Eu precisaria entender como o Arduino usa as postas PWM para fazer os cálculos e gerar as frequências para te dar esta resposta, em teoria eu acredito que a outra placa deva ter um controle melhor dos recursos por ter mais portas PWM. Tirei esta conclusão por observação ao ver que funciona no Mega.

Irei dar uma estudada na Séries de Fourier, valew ...

bubulindo

Lá está... e se reparares, consegues gerar vários sinais PWM com as portas do ATmega328... suficientes, diria eu para gerar um acorde. Logo, apesar de conseguires mais "tons" no mega2560, o mega328 também serve para provar o que pretendes.

Experimenta ver como funcionam os timers e saídas de PWM e vais chegar lá. :)
Eu não sou o teu criado. Se respondo no fórum é para ajudar todos mediante a minha disponibilidade e disposição. Responder por mensagem pessoal iria contra o propósito do fórum e por isso evito-o.
Se realmente pretendes que eu te ajude por mensagem pessoal, então podemos chegar a um acordo e contrato onde me pagas pela ajuda que eu fornecer e poderás então definir os termos de confidencialidade do meu serviço. De forma contrária toda e qualquer ajuda que eu der tem de ser visível a todos os participantes do fórum (será boa ideia, veres o significado da palavra fórum).
Nota também que eu não me responsabilizo por parvoíces escritas neste espaço pelo que se vais seguir algo dito por mim, entende que o farás por tua conta e risco.

Dito isto, mensagens pessoais só se forem pessoais, ou seja, se já interagimos de alguma forma no passado ou se me pretendes convidar para uma churrascada com cerveja (paga por ti, obviamente).

spiderpoison

bubulindo

http://arduino.cc/en/Tutorial/Tone4

"The tone() command works by taking over one of the Atmega's internal timers, setting it to the frequency you want, and using the timer to pulse an output pin. Since it's only using one timer, you can only play one note at a time."

Pesquisei sobre a Séries de Fourier, vi que ela é usada apenas para definir o intervalo harmônico de acordes, ela foi utilizada para classificar as notas.

O que preciso no caso, como o Arduino não toca mais de uma nota ao mesmo tempo é saber se há alguma forma de calcular a frequência de um determinado acorde, exemplo:

Dó =  263.63 Hz
Mi =  329.63 Hz
Sol = 391.99 Hz

Queria saber se é possível algo do tipo

Dó maior = (Dó+Mi+Sol)/3

Só que no caso da 329 Hz, um mi desafinado

Vou ver o que acho, se achar uma solução posto por ai.



spiderpoison

Em princípio deves saber de música, mas que é que sabes de coisas como Séries de Fourier? Como tu disseste são duas notas ao mesmo tempo... logo são duas frequências distintas... se vires a série de fourier talvez percebas o que se passa com um acorde e como gerá-lo. Aviso já que não é simples.


Rapaz, depois de passar o resto do dia estudando eu consegui entender que a Serie de Fourier não só foi o que definiu a classificação dos acordes como também tem a resposta para criar o encapsulamento de frequências.
Fiz um teste usando o Audacity, ele tem um gerador de tom, gerei duas notas e combinei as frequências ai pude compreender o que acontece com a onda.
Em teoria pode ser reproduzido através de algum algorítimo tenebroso pelo que notei, vamos ver se eu consigo desenvolver, afinal tenho que ter uma distração ...

Se tiver novidades eu posto aqui ...

Go Up