Go Down

Topic: Controle de motor de passo bipolar (de impressora) (Read 10262 times) previous topic - next topic

DanDare

#15
Sep 04, 2009, 06:40 am Last Edit: Sep 04, 2009, 06:43 am by DanDare Reason: 1
Me deculpe você Adilson não são relés são relays, apesar da tradução ser relé mesmo em portugues parece que não é muito utilizado na terminologia... coisas de iniciante...

Na verdade a figura mostra ligação em relay usando o TIP122. É isto que montei aqui.

Aproveito a oportunidade para agradecer pelo projeto Arduino Severino, se não fosse por isto com certeza ainda não teria me iniciado.

Muito obrigado,

Rodrigo

Italo Lima

Na verdade, não são relays (ou relés, que é a tradução mesmo), são transistores. :)

A funcionalidade (no sentido do resultado final, não do modus operandi) é a mesma de um relay. Vc coloca um tensão/corrente bem baixos em uma perna e o relay deixa uma tensão/corrente BEM alta passar pelas outra.

O problema nos motores de passo para impressora 3D/ CNCs é que você vai querer que ele gire muito rápido, mantendo um torque bom.  Pelo que eu entendo, e acho que o Adilson pode me corrigir se eu estiver errado, a relação velocidade/torque está relacionado com a relação voltagem/corrente.  Para aumentar o torque, dê mais corrente, para aumentar a velocidade, aumente a voltagem. Faça isso demais, e tenha um motor derretido.

Nas placas de controle para CNC que vi pelos fóruns à fora, normalmente eles limitavam a conrrente fornecida, para poder aumentar um pouco a voltagem, com o consequente aumento da velocidade.

Adilson Akashi

#17
Sep 04, 2009, 07:10 pm Last Edit: Sep 04, 2009, 07:18 pm by adilson Reason: 1
Só quis ter certeza do que estava falando, porque assim como você, DanDare, muito outros também são iniciantes, em tudo, ou em eletrônica. Assim sendo, é necessário utilizar ao menos os termos corretos, a fim de evitar mais confusão na cabeça de quem se inicia.

Relês, transistores, SCR's, SSR's,... cada componente tem um nome, independente do "sentido do resultado final".

Apesar do termo Relay ser usado em muitos componentes, quando usamos Relês (sozinho) em português (do Brasil), referimo-nos a relês do tipo com bobina e contatos, eletromecânico.

Só uma questão de falar a mesma língua.

Quanto aos motores de passo, não sou expert, mas acho que a tensão fornecida, e a corrente disponibilizada, devem, num circuito ideal, ser definidas pela construção do motor. Diminuir a tensão ou a corrente causa efeitos colaterais que reduzem o torque ou a velocidade; mas acho que velocidade e torque devem ser adequados através do sinal de controle, não da alimentação.
PCB Designer

Cristal

Aline,

Dá uma olhada aqui, tem varias explicações sobre motor de passo e seu funcionamento.
http://areacnc.wordpress.com/

Paulo Gonçalves

#19
Sep 05, 2009, 03:25 am Last Edit: Sep 05, 2009, 04:00 am by paulocg Reason: 1
DanDare,

Pela imagem do motor de passo que esta utilizando parece ser este[1]:

23LM-K005-20
7.0 V/Phase, 1.2 A/Phase, 1.8 Deg/Step, Unipolar 8 lead wire

Porém na imagem o seu motor tem somente 6 fios e não 8 certo?

[1] http://www.coep.ufrj.br/~toni/trab01.html

abs,

Paulo

DanDare

#20
Sep 06, 2009, 09:19 am Last Edit: Sep 06, 2009, 09:19 am by DanDare Reason: 1
Opa,
Me desculpem, estava de viajem estes dias.

Adilson, quando você diz "acho que velocidade e torque devem ser adequados através do sinal de controle, não da alimentação.", eu concordo plenamente, afinal cada motor tem sua especificação não deve ser à toa. Sem dúvida concordo também que devemos falar a mesma língua, obrigado por ensinar :D

Paulo,

Isto mesmo, o motor é exatamente as especificações que você cita, e tem 6 fios apenas.

No meu primeiro teste estava usando uma fonte inadequada (essas de parede). Sexta feira corri na eletronica e comprei as partes pra montar essa fonte variavel http://www.arnerobotics.com.br/eletronica/Fonte_bancada_2.htm espero que atenda ao meu motor agora. (fonte 1,5v ~ 25v / 3A).

Agora, com fonte nova, ainda não tenho certeza se estou conseguindo o torque adequado. Se não me engano li que esse motor força até 4,5Kgf/(por nao me lembro). Consigo parar ele bem +- fácil com a mão sem fazer muita força.
Montei numa configuração "mais limpa" na protoboard http://www.minasambiente.com/rele3.jpg mas mesmo assim tenho a dúvida: Será que os fios são muito finos pra potência que esse motor precisa?

A especificação diz: "7.0v/Phase". Isto quer dizer que devo alimentar os polos (polos??) do motor com 7 volts ? Fazendo um teste achei interessante que aumentando a voltagem até 28 volts, consegui um consumo de 1,4 amperes, li (num forum de CNC), que este motor tem este consumo então pensei.. Será que são 7 volts por fase e tenho que alimentar o motor com 28 volts ??

Isto procede? De qualquer forma com 28 volts o motor fica bastante quente, e bem rapidamente.


Valeu !

alysson.leite

Oi Aline, acho que podemos nos ajudar, estou fazendo um projeto bem semelhante ao seu. Minha estrutura terá a capacidade de cortar pranchas em PU de até 2m de comprimento e 5 de espessura. Se tiver interesse podemos torcar idéias.

Tacho

DanDare, o que interessa para o motor de passo é a corrente que passa pelo seu enrolamento. Ela é que vai determinar a força atuante e, consequentemente o torque. Os motores de passo geralmente são projetados para uma determinada corrente. Se o seu motor vem especificado em volts, é porque nesta voltagem a resistência do enrolamento vai deixar passar a corrente de projeto.

Mas tem uma coisa, o enrolamento é um indutor e a corrente leva um tempo para atingir o máximo. Em baixas velocidades isto não é um problema mas, quando se precisa de muita rotação por minuto, os profissionais usam uma voltagem mais alta e um resistor  em série com os enrolamentos.  Isto garante que a corrente atinja o máximo mais rápido, pois a queda de tensão no resistor é proporcional a corrente, ou seja: no início é aplicada a tensão total no motor, mas a medida que aumenta a corrente, o resistor vai "tirando" cada vez mais tensão do motor.

Claro que é um desperdício de energia (o resistor esquenta bastante) e por isso existem circuitos especiais para acionar motores de passo em alta rotação de maneira eficiente.

Go Up