Go Down

Topic: Alimentação 12V no Arduino (Read 24843 times) previous topic - next topic

Rabadak

Caros,

Pesquisei na net mas não encontrei uma respostas sim ou não.

É possível ligar um Arduino UNO ou NANO directamente a uma bateria de carro (12V) através do VIN e do GRD?

Ou vou ter de ter sempre um regulador DC-DC para baixar a corrente?

Obrigado.

luisilva

Arduino NANO:
Input Voltage (recommended)   7-12 V
Input Voltage (limits)   6-20 V

Arduino UNO:
Input Voltage (recommended)    7-12V
Input Voltage (limit)    6-20V

Arduino PRO MINI:
Input Voltage   3.35 -12 V (3.3V model) or 5 - 12 V (5V model)

Portanto, a resposta é SIM, pode alimentar através de 12V. Mas, se o valor da tensão de alimentação for superior aos 12V tenha cuidado. Eu também recomendaria a fazer a alimentação do UNO através do socket de alimentação e não da entrada Vin. Este modelo possui uma protecção contra inversão de polaridade que é anulada se alimentar directamente através do Vin. (NOTA: Vin está pensado para tirar esse nível de tensão para uma breadboard, por exemplo, e não para alimentar a placa Arduino)

Rabadak

Obrigado Luís.

A questão prende-se com espaço físico da caixa do projecto.
Eu poderia usar um socket de 12V/USB (o miolo) e usar um cabo standard USB do NANO, mas não cabe na caixa deste projecto.

Aí pensei em fazer uma ligação directa à bateria do carro ligando:

NANO         BATERIA 12V (100A)

Vin                  +12V     
GRD                 - GRD
 em que aproveito os 12V que veêm para uma realy que está na caixa.

Entretanto tenho lido por aí que se deve usar um regulador de DC-DC e baixar a voltagem para 9.
Houve quem ligasse a duas baterias 6+6V e o arduino começou a deitar fumo:
http://forum.arduino.cc/index.php?topic=26954.0

Talvez arrisque, afinal um Nano chinês custa menos de duas imperiais.

Alguêm por aí já fez o teste?

Pelo que o Luís diz e é o que está publicado nas especifícações do Arduino é que SIM senhor podemos ligar directamente aos 12V (aliás, até aguenta 20V).

Vamos ver!

Rabadak

#3
Feb 07, 2016, 01:46 pm Last Edit: Feb 07, 2016, 01:53 pm by Rabadak
Caros,

A fazer fé do que é dito AQUI, podemos, sim senhor, ligar o nosso Arduino directamente a a uma bateria 12V do carro.

Embora não seja via VIN e GRD.

Assim, os 12V, tanto quanto sei, passam pelo regulador de voltagem do Arduino e, se for pelo VIN, essa regulação não existe.

Se quisermos utilizar um NANO, ou usamos o VIN/GRD (sem regulação de voltagem) ou fazemos uma ligação à micro usb  do Nano para a bateria

Por favor alguém de Electrotécnia que diga se isto é verdade.

luisilva

(...)
Assim, os 12V, tanto quanto sei, passam pelo regulador de voltagem do Arduino e, se for pelo VIN, essa regulação não existe.
(...)
Isso não está correcto. A única coisa que não é usada quando alimenta pelo pino Vin em vez de alimentar pela entrada de alimentação é a protecção contra inversão de polaridade.

(...)
Se quisermos utilizar um NANO, ou usamos o VIN/GRD (sem regulação de voltagem) ou fazemos uma ligação à micro usb  do Nano para a bateria
(...)
Esta parte não percebo. É claro que se alimentar através de Vin/GND a placa do NANO irá ter regulação de voltagem. Como é óbvio também, se ligar à ficha micro-USB não pode utilizar a tensão da bateria. (A tensão da bateria é 12V e a tensão numa USB é 5V).

Pode ver tudo isto nos esquemas das placas Arduino (que estão disponíveis aqui no site no separador "Products").

Deixo em anexo imagens com a parte dos esquemas das 3 placas (UNO, NANO e PRO MIN) referentes à regulação de tensão.

Rabadak

Eu sabia que o Luís não falharia.

Obrigado Luís pelo esforço: impagável.

Abraço

JsonBrges

Li num outro blog o seguinte:

Para ligar seu Arduino tranquilamente no 12v do carro coloque um diodo no positivo, assim vc "rouba" 0,7v da corrente, e ainda dá uma protegida no sistema.

Achei uma boa ideia

alkuentrus

Rouba 0.7 V da tensão. Na verdade, no caso do carro, deveria ser usado um stepdown para 9 V, porque ao contrário do que é dito acima (que é para uma bateria stand alone), o carro com o motor a trabalhar, apresenta uma tensão nunca inferior a 13,5 V o que já coloca o regulador perto dos limites.

mtnviewguy

Sobre o regulador linear (VIN -> 5V) usado nas placas Arduino: Dependendo da procedência e modelo do regulador, a tensão máxima de entrada pode variar de  15V (mais baratos) à 40V (mais caros). É sempre bom ler a marcação gravada no corpo do componente e fazer uma pesquisa rápida do part number. Nem sempre o valor que está nos esquemas eletricos bate com o que está na placa, especialmente se for de procedencia duvidosa.

Também é de praxe adicionar um capacitor entre VIN e GND para filtrar um pouco o ruido gerado pelo alternador do carro e baixar os picos de tensão. 47 uF 50V low ESR serve.  

O melhor mesmo seria usar um regulador bulk step down direto do 12V (13.5?) para 5V e conectar no 5V do arduino. Tenho usado umas plaquinhas que são menores que um Nano e funcionam muito bem (e custa $10 dólares para um pacote com 6 peças).

 



JsonBrges

Tenho usado umas plaquinhas que são menores que um Nano e funcionam muito bem (e custa $10 dólares para um pacote com 6 peças).


Boa dica!

Go Up