Sensores analógicos queimados

Boa tarde pessoal.

Gostaria de tirar uma dúvida. Supondo que eu monte um circuito com Arduino e sensores analógicos e deixe esse circuito operando em algum lugar. Somente para ficar mais fácil, supondo que este circuito seja um Arduino com um sensor de corrente conectado a ele, após montado e programado eu deixe este circuito operando 24 horas por dia durante um bom período. Vai chegar um momento que esse sensor pode queimar.

casso ele queime, o que aconteceria?

O Arduino vai ficar lendo valores flutuantes, como quando não tem nada conectado a ele?

Como eu poderia contornar isso? com resistores pull down, pq ai quando o sensor queimar ele sempre vai ficar dando leitura igual a zero, com isso é mais fácil de saber quando ele queimou. isso seria a solução?

casso o resistor de pull down seja a solução eu poderia colocar um resistor de 1 ohm? pq ai não interferiria nas minhas leituras, de quando eu não usava o resistor. Correto?

Pessoalmente eu não sei se usar um pull down possa ajudar, pois se não houver corrente vai dar zero. E se ele tiver com problema, vai dar zero também. Se o seu sistema funciona remotamente e você possui alguma forma de feedback de quando sua carga está ligada, o que poderia fazer é ter um indicativo de carga ligada para o caso de a corrente marcar zero, você concluir que o sensor está com problema.

Se seu sistema não estiver conectado a internet ou faz envios SMS (para envio de dados, a saber “carga ligada, corrente zero”)…o que pensar sobre você simular um dano no chip, tipo dessoldando ele e avaliando como tudo se comporta…

Sobre o sensor “queimar”, eu não sei que tipo de saídas poderia dar. Poderia oscilar ou simplesmente travar num dado valor.

No geral, pelo histórico de funcionamento de sua carga e, por consequência, o histórico da corrente, daria para você suspeitar quando ela ficar fora de certos limites.

Então eu falei do sensor de corrente só como exemplo mesmo. Mas em uma situação em que tenho que monitorar a corrente e o local onde está instalado este sensor é de difícil acesso e supondo que o único dado que tenho acesso é apenas este sensor analógico. como não tenho outros sensores para fazer a confirmação que vc falou e como o local é difícil acesso nesse casso se der corrente 0. Já da para imaginar que tem algum problema como a falta de corrente ou problema no sensor. E se for algo que consome uma corrente que não é constante (tipo um motor ou outra coisa que consuma uma corrente variável) talvez não daria para identificar de outra forma.

JEFF, Não tinha pensado nessa possibilidade que ele pode travar em um determinado valor foi muito bem lembrado obrigado.

Agora não sei qual seria a melhor solução.

Como seria só esse sensor para monitorar a corrente, usa 2, e compara os valores entre eles, se der muita diferença é pq tem algo errado!

tecdiego: Como seria só esse sensor para monitorar a corrente, usa 2, e compara os valores entre eles, se der muita diferença é pq tem algo errado!

Isso também. Ou, se for a medição de corrente mesmo sua necessidade, e suponho que usaria um ACS712, poderia considerar usar um TC (transformador de corrente) que não é invasivo e imagino que tenha uma vida útil maior.

Tudo isto depende de várias coisas... mas principalmente de que sensor estamos a falar e qual a distância a que o sensor está do Arduino.

Regra geral as resistências de pull up e pull down não estão lá para evitar danos se o sensor ficar danificado. Por outro lado, o sensor pode danificar de mil e uma maneiras e nem todas as maneiras vão causar problemas no Arduino. Um cabo pode ser cortado, por exemplo, e não causar problema nenhum aparte da falta do sensor.

Para medires corrente, eu pessoalmente usaria uma bobine (pesquisa por clamp current sensor) uma vez que estes estão disponíveis em várias gamas e não são muito caros.